domingo, 16 de julho de 2017

PEDAL DO CEDRO

Já deixamos a marca do Bike Salgueiro em muitos lugares desse nosso sertão. Mas toda vez de resolvemos ir pela Chapada do Araripe  a coisa é  brutal demais.  Enfrentar essa serra é sempre muito difícil. E não foi diferente nesse pedal. Chegamos ao Cedro  ainda cedinho e de lá rumamos   até ao Jardim. Mas antes enfrentamos subidas extremas que de tão verticais parecia que a bike ia levantar a frente. E não se acabava, pois depois da gente enfrentar as três principais, outras  de escala menor eram constantes durante todo o pedal e isso ia minando nossas  forças. Mas chegando no Jardim entramos pela estrada do Corrente, que é cheia de costela de vaca e um sobe e desce que não tem fim e de lá fizemos a volta até chegar no Cedro novamente.  Extremo. Muito forte. Mia de mil metros de altimetria.
Bikers: Acácio, Avelar, Murilo,Cléber, Ceará e Aidilton.
                                         Hora da chegada no Cedro

                                         Nosso guia todo agasalhado. Muito frio em cima da serra.

                                         Equipe reunida com a chapadona lá no fundo

                                         É Ceará, o negócio né mole não

                                         Terreno pedregoso e cheio de pedaços de pedras grandes espalhados pelo percurso

                                         Marcando território em lugares nunca antes pedaldos



                                         Imagem bonita demais. Isso vale a pena todo o esforço
                                         Muitos açudes e lagos como esse encontramos pelo caminho
                                         Nosso guia sempre com disposição  com sua moto

                                        Depois de uma subida enorme no topo chegamos a esse vilarejo


                                         E muita estrada pela frente depois

                                         As sempre  esquisitas performances do Ceará(o raio)
                                         É Magão , tem moleza não
                                         Aildilton todo feliz

                                         Casarão antigo à beira da estrada

                                         Chegando na entrada do Corrente




                                         Em uma lanchonete no Jardim(e tome coxinha)


                                         Já chegando de volta ao Cedro com Ceará  escalando o monte do Cedro com direito a escolta policial

                                         Lá embaixo a cidade



segunda-feira, 10 de julho de 2017

Pedal de Mansinho

Depois de um pedal como o de Jardim, nesse domingo fizemos um pedal curto, só para manter a forma. Mas o bom de tudo é que conseguimos andar bem  e manter um bom ritmo.
Participaram do Pedal : Avelar, Murilo e Evandro.

                                         Aqui, enquanto aguardávamos o Magão chegar na PRF, não poderíamos deixar de registrar o encontro com o amigo e irmão Carlão.


                                         Com a natureza tudo fica perfeito

                                         Entrando num single treck só pra dar aquela movimentada.