segunda-feira, 22 de maio de 2017

A Rampa Mais Vertical da Região

Enquanto outros companheiros estavam fazendo um pedal em São José do Belmonte, outros numa competição em Icó-CE, nós ficamos por aqui e fazemos valer o Pedal de Domingo. Pedalamos 50km fazendo muita força contra um vento muito forte de um típico domingo de inverno com muitas e rajadas de vento frio.
Escalamos a Rampa da Barragem do Uri e de lá ainda fomos explorar um trilha no alto de uma Serra.
Bikers: Avelar, Murilo, Val e Ceará.




                                         Chegando na Barragem
                                         Essa não é pra todo mundo não!

                                         Val vem com tudo
                                         Magão vem moendo desde lá de baixo


                                         Aqui no topo já tava só o pó


                                         Estávamos numa grande elevação e esse visual...



                                         Todo trabalho em equipe para transpor as encostas da serra


                                         Agora era em direção aquela serra ao fundo.Aqui perdemos o Magão.

                                         Já na hidratação

Pedal Açude Pilões

Desde que as chuvas começaram em nossa região esse pedal era pra ter sido feito, pois o que ouvíamos era  que o único açude grande que havia enchido era o de Pilões. Precisávamos ir lá conferir de perto. E fomos. E verificamos que realmente pegou muita água mas não chegou a sangrar. Mas tem bastante água, graças a Deus, para um bom tempo.
Pedalamos mais de 60km.
Bikers: Acácio, Avelar, Murilo, Aidilton, Ceará e Júlio.


                                         Em cima da ponte que liga a formiga à Lagoa do Sata

                                         Magão abrindo porteira
                                         Trilha muito verde e bonita essa

                                         Umas das poses clássicas do Magão


                                         Muita água já no açude



                                         Hidratando no tradicional ponto

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Pedal de Titãs

Esse foi um daqueles pedais que só acontecem muito raramente. Pois as condições climáticas de nossa região quase sempre é sol o ano inteiro. E esse pedal, em particular, fizemos sob chuva quase ele inteirinho. O que é bom por um lado mas que exige o dobro de esforço do biker. Chão de massapê molhado e o que se viu eram as bikes travando literalmente. Simplesmente chegava um ponto em que o barro era tanto nas rodas que travava a bike. Aí toda a transmissão ficava prejudicada fazendo com que tivéssemos de parar e limpar os excessos de barro que com as pedras que grudavam nele tornava a pedalada impossível. Nessa hora o preparo mental, a tranquilidade, são essenciais pois tudo concorre para o desespero. No final vencemos e aí foi só alegria. Passamos por lugares nunca antes ido e chegamos nos confins da fronteira entre os munícipios de Salgueiro, Cabrobó e Terra nova.
De passagem pelo Sítio Letras, Penedo, Buqueirão e na entrada para o Murici. De lá voltamos pelo Pau Ferro.
Pedal 100% terra. As pernas já estavam queimando. Mas vencemos.
Bikers: Acácio, Avelar, Cléber, Val e Aidilton.








                                         Já no Sítio Penedo



                                         Aqui nos canos da Adutora do Salgueiro, bem próximo a Cabrobó





                                         Aqui uma pausa para lubrificar as bikes


                                         Aqui tivemos que enfrentar um vento fortíssimo no canal


                                         Já em salgueiro no lava jato dando aquela lava nas bikes